D. João II - O Príncipe Perfeito

D. João II – O Príncipe Perfeito

Dotado de grande inteligência, D. João II planeou a descoberta do caminho marítimo para a Índia. Como este era o seu maior sonho, preparou marinheiros, mantimentos e uma armada. Fê-lo com muito talento, ficando, por isso, conhecido como o Príncipe Perfeito. Vamos descobrir um pouco mais sobre a sua vida.

  • D. João II, filho do rei D. Afonso V e da rainha D. Isabel, nasceu em Lisboa no ano de 1455.

  • Aos 18 anos, casou com D. Leonor de Portugal. D. Leonor protegeu os mais carenciados, e é a ela que devemos a criação da Misericórdia de Lisboa. Preocupou-se também com o desenvolvimento da pintura, da arquitetura, da joalharia e das letras.

  • Muito novo, D. João II assumiu grandes responsabilidades. Com apenas 19 anos, foi a ele que D. Afonso V confiou a organização dos Descobrimentos.

  • A descoberta do caminho marítimo para a Índia era o grande sonho de D. João II. Por isso, contratou duas vezes o navegador Diogo Cão, que nunca chegou à Índia, mas conseguiu descobrir novas terras ao longo da costa de África. Em cada uma delas deixou um padrão. Os padrões eram pilares de pedra, com uma cruz no topo e que apresentavam as armas reais e o escudo de Portugal.

  • Um ano depois, em 1487, decidiu tentar novamente concretizar o seu sonho e contratou Bartolomeu Dias. Foi este navegador que conseguiu pela primeira vez dobrar o Cabo das Tormentas, a que mais tarde foi dado o nome de Cabo da Boa Esperança.

  • Entretanto, também os espanhóis se aventuraram nos Descobrimentos. Assim, em 1494, para resolver o problema da divisão das terras descobertas, Portugal e Espanha assinaram um acordo, o Tratado de Tordesilhas. Com este documento, dividiram o mundo entre si: traçaram uma linha imaginária a 370 léguas a oeste de Cabo Verde e combinaram que as terras descobertas a oriente desta linha pertenceriam a Portugal; as terras descobertas a ocidente pertenceriam a Espanha.

  • D. João II viria a morrer, em 1495, sem concretizar o seu maior desejo: chegar à Índia.